Confidencial
Subscrever Newsletter

 

Guiné-Bissau: Ibraima Sory Djalo reage à escolha de Abel Incada | Jornal Digital
Lusofonia

Para candidato do PRS

Guiné-Bissau: Ibraima Sory Djalo reage à escolha de Abel Incada

2014-01-30 11:31:33

Bissau – Abel Incada foi eleito o candidato do Partido da Renovação Social (PRS) às eleições Presidenciais de 16 de Março, destronando Ibraima Sory Djalo, que reagiu negativamente ao resultado.

Abel Incada era, até aqui, um dos vice-Presidentes da Câmara do Comércio, Industria, Agricultura e Serviços. Foi eleito com 79 votos a favor, contra os 29 de Ibraima Sory Djalo, um dos veteranos fundadores do partido e Presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP). Na corrida estavam também o empresário Baltazar Alves Cardoso e Jorge Malu, antigo Presidente da ANP.

Aparentemente revoltado com a escolha de Abel Incada como candidato oficial do PRS às Presidenciais que se avizinham, Ibraima Sory Djalo disse que o resultado tem uma «base tribal» bem patente.

«Estou de acordo com o acto eleitoral em si, mas foi uma escolha meramente tribal porque Abel Incada não estava contemplado na corrida», assegurou o actual Presidente da ANP.

Em consequência, Ibraima Sory Djalo disse que não vai aliar-se ao PRS nestas eleições. Contudo, descartou a possibilidade de concorrer às Presidenciais de forma independente ou de apoiar outra figura.

Numa primeira reacção, o empresário Abel Incada prometeu, em caso de vitória, ser um Presidente que vai pugnar-se pela separação de poderes e pautar-se pela justiça e unidade nacional.

«Os guineenses devem ter a união, pois sem a união não haverá paz e estabilidade. Aliás, durante a luta de libertação nacional, Amílcar Cabral promoveu uma cultura de união, onde não se sentia o divisionismo tribal ou religioso», referiu o candidato oficial do PRS às Presidenciais de 16 de Março.

Alberto Nambeia, Presidente do PRS, afirmou que não há vencidos nem vencedores, apelando à tolerância e compreensão de Ibraima Sory Djalo face ao cenário que envolveu a escolha de Incada.

Nambeia lembrou ainda que a «regra» democrática foi a expressão máxima e, por isso, apelou ao envolvimento político de todos os dirigentes e militantes do partido, congregando-se à volta do seu candidato.

(c) PNN Portuguese News Network

Partilhar
MAIS ARTIGOS...
  Viatura da missão do UNIOGBIS sofre acidente em Bafatá
  União Africana distingue São Tomé e Príncipe pela luta contra o paludismo
  Partidos de Angola e São Tomé e Príncipe reuniram-se para revisão do quadro político
  Timor-Leste quer «mudar os modos de cooperação com Portugal»
  Guiné-Bissau: Brasil «não condiciona» a sua cooperação com os outros países
  Cabo Verde: FIC´2014 «vai marcar uma viragem nas relações empresariais»
  Guiné-Bissau: Formação para os pontos focais de direitos humanos da sociedade civil da Região de Gabú
  São Tomé e Príncipe convida parceiros internacionais para posse da Assembleia Nacional
  Cabo Verde proíbe entrada de animais provenientes de países afectados pelo ébola
  1.º Congresso de Compras Públicas decorre em Cabo Verde
  Presidente do Parlamento despede–se da ilha do Príncipe
  Técnicos nacionais debatem determinação do estatuto de refugiado na Guiné-Bissau

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


MultimÉdia
   
ERC lança discussão pública sobre «novos media»
   
Rússia inaugura rede de media em 30 cidades do mundo
   
ERC debate desafios dos media na era digital
Cartoon
Jornal Digital | Notícias em Tempo Real | Desde 1998
Hospedagem de Sites Low Cost Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais